in

Estrangeiros fazem provas para avaliar proficiência em português

Termina nesta quinta-feira (26) a aplicação do exame para obtenção do Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros (Celpe-Bras) 2023. As provas escrita e oral serão aplicadas no Brasil e no exterior. Os resultados serão divulgados no dia 15 de dezembro. 

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), nos dias de realização do exame, o participante deve comparecer ao local com antecedência mínima de 30 minutos do horário previsto para o início das provas. 

Para a realização do exame no exterior, é obrigatória a apresentação de passaporte ou do documento de identificação oficial com foto, válido no país de realização do exame. 

Para os participantes que farão a prova no Brasil, é obrigatória a apresentação de documento de identificação oficial com foto válido, como os citados a seguir: 

– cédulas de Identidade expedidas por secretarias de Segurança Pública, Forças Armadas, Polícia Militar e Polícia Federal; 

– identidade expedida pelo Ministério da Justiça para estrangeiros, inclusive aqueles reconhecidos como refugiados, em consonância com a Lei nº 9.474, de 22 de julho de 1997; 

– Carteira de Registro Nacional Migratório, de que trata a Lei nº 13.445, de 24 de maio de 2017; 

– documento provisório de Registro Nacional Migratório, de que trata o Decreto nº 9.277, de 5 de fevereiro de 2018; 

– identificação fornecida por ordens ou conselhos de classes que, por lei, tenha validade como documento de identidade; 

– passaporte; 

– Carteira Nacional de Habilitação, na forma da Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997; 

– Carteira de Trabalho e Previdência Social impressa e expedida após 27 de janeiro de 1997; 

– documentos digitais com foto (e-Título, CNH digital e RG digital) apresentados nos respectivos aplicativos oficiais. 

Entenda 

O exame é o procedimento brasileiro oficial para certificar proficiência em português como língua estrangeira. As provas são realizadas em instituições de educação superior, representações diplomáticas, missões consulares, centros e institutos culturais, além de outras instituições interessadas na promoção e na difusão da língua portuguesa. 

Fonte da matéria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

    Seguranças privados começam a atuar em 774 escolas de São Paulo

    Seguranças privados começam a atuar em 774 escolas de São Paulo

    Estudantes contam como usaram o Enem para estudar fora do Brasil

    Estudantes contam como usaram o Enem para estudar fora do Brasil